Pernas cansadas, pesadas, inchadas, doridas, e varizes

As varizes são como toda a gente sabe um problema degenerativo das veias e como tal difícil de tratar. As paredes das veias foram-se alterando ao longo do tempo, perdendo elasticidade e firmeza dando origem às varizes.

Quanto às causas elas costumam ser múltiplas e assim variáveis de pessoa para pessoa. No entanto desde a hereditariedade, a alimentação, gravidez, factores hormonais, problemas sanguíneos e ou de circulação, demasiado tempo de pé, tabaco, stress e muitos outros factores, tudo ajuda a agravar a situação.

As pernas cansadas, pesadas, inchadas e doridas, devem-se a problemas de circulação ou seja má circulação que em ultima instância dá origem às varizes.

Isto agrava-se com o tempo e a menos que se faça uma prevenção a situação só se agrava. Quando a situação está demasiado avançada só existe uma solução, a remoção das varizes. No entanto muito pode ser feito antes de se chegar a estes extremos. Hoje existem muitas alternativas para a prevenção e para melhoria destes problemas das pernas.

Como problema de circulação que é, pode-se melhorar toda a circulação melhorando assim a condição e as queixas. Para isso existem e devem ser usadas várias das seguintes técnicas: Produtos que melhoram a circulação, a Drenagem Linfática Manual, os collants de contenção degressiva, a Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral), a Manipulação Visceral e muitas outras terapias que podem dar uma boa ajuda evitando assim o agravamento da situação e como tal dando mais qualidade de vida às pessoas que sofrem destes males.

Tudo o que melhore a circulação é bem vindo.

No entanto como tudo na vida, a prevenção é fundamental e deveria ser feita quanto mais cedo melhor e de um modo regular.

Hoje está muito em voga as técnicas para remover e eliminar as varizes e os derrames mas estas técnicas se bem que eficazes não resolvem o problema, apenas resolvem as consequências do problema uma vez que o problema propriamente dito (fragilidade das veias, má circulação, etc..) não é resolvido. Desta forma, alguns anos mais tarde o problema acaba por se manifestar mas desta vez muito mais forte pois nunca se lhe prestou a devida atenção e ele foi aumentando progressivamente. Assim, há não só que tratar as consequências mas e sobretudo tratar as causas, mantendo uma prevenção regular.

As terapias acima são as melhores quer para a prevenção quer para o alívio das pernas.

Espero que isto lhe tenha dado mais informação sobre tais problemas e o que fazer para os manter a incomodarem o mínimo possível.

<< -- >>

Última Actualização:

Criada a 29 Junho 2002